Banner Notícia

INSTITUIÇÃO SOCIALMENTE RESPONSÁVEL

Faculdade Santo Agostinho recebe reconhecimento pelo trabalho com foco no bem-estar social e no desenvolvimento sustentável da comunidade

A Faculdade Santo Agostinho recebeu o Selo de Instituição Socialmente Responsável, expedido pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), na  14ª edição da Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular. A certificação comprova que a Faculdade Santo Agostinho promove ações com foco no bem-estar social e no desenvolvimento sustentável da comunidade na qual está inserida.

Segundo o professor Flávio Figueiredo, coordenador do Curso de Farmácia, o selo vem para oficializar o compromisso da Instituição em oferecer ensino, iniciação à pesquisa e extensão de qualidade. “A Fasa tem por objetivo formar pessoas que sejam comprometidas com o desenvolvimento regional e a sociedade local. Por meio dos vários projetos de pesquisa e extensão tentamos contribuir com a resolução de problemas sociais tais como violência, pobreza, miséria e falta de saúde”, disse.                                                                                      

Responsabilidade Social

Responsabilidade social é uma das dimensões institucionais obrigatórias na avaliação das instituições de educação Superior.

A Lei nº 10.861/2014, que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), definiu que a avaliação das IES, dos cursos de graduação e do desempenho acadêmico de seus estudantes deve envolver também a responsabilidade social.

Especialmente a contribuição da instituição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural.

O selo

Em sua 14ª edição, cerca de 800 instituições de educação superior aderiram à Campanha da Responsabilidade Social, realizada pela ABMES. Mais de oito mil ações sociais foram registradas em diversas áreas, como educação, saúde, cultura e meio ambiente e mais de 430 mil pessoas foram beneficiadas com as atividades. IES de todas as regiões do Brasil marcaram presença no movimento. A região que mais participou foi o Sudeste, seguido pelo Nordeste, Sul, Centro-Oeste e Norte.