Banner Notícia

COLABORADORES DEBATEM SOBRE CLIMA ORGANIZACIONAL

Elaborar um plano de ação para melhoria dos pontos de menor favorabilidade da Fasa Moc – Faculdade Santo Agostinho de Montes Claros. Este foi um dos objetivos da Reunião de Gestão do Primeiro Semestre de 2020, que reuniu os colaboradores da Instituição no Mini Auditório, durante a tarde de quinta-feira (30).

O diretor geral, Antonio Augusto Moura e a diretora acadêmica, Naiara Ivo apresentaram o resultados da Pesquisa de Clima Organizacional de 2019, destacando pontos positivos e negativos. Após, as focais Rejane Vieira e Rúbia Ferreira, dividiram os presentes em grupos para discussão das ideias e apontamento de possíveis soluções para pontos de menor alcance.

Dali saíram também sugestões de nomes para a função de “Guardião do Clima”, colaboradores que serão responsáveis por auxiliar no acompanhamento das demandas. Uma função de suma importância, conforme explica a focal de gestão, Rúbia Ferreira. “O comitê “guardiões do clima” é responsável por colocar em prática os planos de ação e engajar os demais colaboradores”, disse.

Colaborador_clima

Os colaboradores discutiram e apontaram soluções para o os pontos de menos favorabilidade

Rejane, do Recursos Humanos, destaca a importância da pesquisa de clima para o ambiente organizacional e seu impacto na melhoria da satisfação dos colaboradores.

“O clima é um fator altamente importante nas organizações, pois influencia diretamente no comportamento das pessoas e nos resultados alcançados pela empresa. A pesquisa de clima organizacional é de suma importância, pois é um instrumento que possibilita mensurar a percepção e o nível de satisfação dos colaboradores com relação aos aspectos e processos do ambiente organizacional e a maneira como as pessoas interagem umas com as outras”, afirma.

O próximo passo é a construção do plano de ação com vistas na melhoria dos pontos de menor favorabilidade, maximizando aqueles pontos que foram positivos na Pesquisa de Clima Organizacional.