Banner Notícia

ALUNOS PRODUZEM ÁLCOOL EM GEL E FAZEM ALERTA

Professores ensinam a fórmula e acrescentam que a produção caseira do produto é ineficaz e pode ser perigosa para a saúde

Na segunda-feira (16), último dia de aula antes da paralisação das atividades acadêmicas como forma de prevenção ao COVID-19, Coronavírus, os alunos do 7º período de Farmácia tiveram uma experiência séria e produtiva nos laboratórios da FASA Moc – Faculdade Santo Agostinho de Montes Claros. A aula prática ensinou como manipular o álcool em gel 70% utilizado na higienização das mãos.

Durante a atividade a professora Thaísa Pinheiro, da disciplina de Cosmetologia e Estética, fez um alerta sobre a produção do produto. “É importante ressaltar que não recomendamos a utilização de receitas caseiras para o preparo do álcool em gel. Elas podem não ter a concentração recomendada e assim não atingir o objetivo”, destacou.

Thaísa disse ainda que as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) giram em torno da importância do álcool em gel na higienização das mãos devido à sua ação antimicrobiana, contra bactérias, fungos e vírus, inclusive contra o Coronavírus.

A aluna Mirian Martins destacou o aprendizado como válido. “Além do aprendizado teórico sobre a determinação do grau alcóolico foi possível produzir o produto. Ainda mais neste momento que estamos vivendo. Sabemos que a higienização das mãos e o uso contínuo do álcool gel é uma das formas de prevenir o surto de coronavírus”, afirmou.

O coordenador do curso de Farmácia, Flávio Figueiredo, disse que esta é uma prática tradicional no curso, mas que dessa vez a relevância foi maior. “Os estudantes puderam compreender o processo de fabricação. Importante destacar também que o álcool gel produzido pelos alunos teve fins didáticos e não será comercializado”, comentou.

ÁLCOOL

Produto produzido pelos alunos teve fins acadêmicos e não será comercializado 

Álcool caseiro

Figueiredo alertou ainda sobre os problemas na produção caseira do álcool em gel e afirmou sobre a necessidade de lavar as mãos antes da aplicação do produto. “Com a falta do álcool nas farmácias e supermercados, muitas receitas caseiras vem sendo disponibilizadas na internet. Elas podem ser perigosas e ineficazes. É muito importante também realizar a lavagem das mãos sempre ao sair ou chegar em qualquer ambiente”, finalizou.