Banner Notícia

Interface dos Saberes:

FASA sedia III Congresso Norte-Mineiro de Neurociências e II Jornada de Psiquiatria do Norte de Minas

Com a finalidade de integrar as instituições e subáreas do conhecimento sob a ótica da Interface dos Saberes, começou na tarde de quinta-feira, 03, o III Congresso Norte-Mineiro de Neurociências e II Jornada de Psiquiatria do Norte de Minas. As atividades estão acontecendo no auditório do Campus JK, das Faculdades Santo Agostinho. O evento reúne até sábado, 05, mais de 430 profissionais da psiquiatria, neurologia, psicologia e educação física das instituições parceiras.

Segundo Pedro Paulo Narciso, da Comissão Organizadora, o III Congresso Norte-Mineiro de Neurociências e II Jornada de Psiquiatria do Norte de Minas fomentam as instituições parceiras para a visão e transtornos e a saúde das pessoas. Participam as Faculdades Santo Agostinho (FASA), Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), Faculdades Unidas do Norte de Minas (Funorte), Faculdades Integradas Pitágoras, além do apoio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e das Ligas Acadêmicas de Neurologia, Geriatria e Psiquiatria em atividade em Montes Claros. “Este é o momento de entendermos mais sobre o sujeito, seus conflitos, suas necessidades e anseios, além de agregarmos mais conhecimento a respeito das áreas e subáreas do conhecimento”, destacou o psiquiatra e organizador.

Rônima Muniz, acadêmica do 2º período de Psicologia das Faculdades Santo Agostinho, explicou que participar do evento está sendo um momento muito importante para o seu crescimento enquanto estudante, pois tem a oportunidade de ouvir grandes nomes de diversas áreas da saúde ao mesmo tempo em que troca experiência e aprendizado com participantes de outras instituições de Ensino Superior da cidade. “Sou apaixonada pela Neurociência e pretendo absorver ao máximo nesses três dias de muito conhecimento. Essa possibilidade das Faculdades Santo Agostinho sediarem este evento foi sensacional, pois estamos em casa. As atividades multidisciplinares e os minicursos irão ajudar ainda mais na construção do nosso conhecimento”, destacou.

Marajane de Alencar Loyola, coordenadora do Curso de Psicologia das Faculdades Santo Agostinho, ressaltou a importância do tema na percepção e articulação da neurociência. “São várias áreas da saúde que trabalham a neurociência em sala de aula e aqui não é diferente. Nossos acadêmicos de Psicologia também têm essa disciplina na grade curricular. Portanto, trabalhar a multidisciplinaridade é fundamental, pois a neurociência é a base e está em todas as áreas”, finalizou.

Na manhã desta sexta-feira, 04, dois temas foram abordados. O primeiro tratou sobre o "Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDHA)", em seguida, "Sexualidade Humana".

À tarde, "A Mulher, o Sono e a Vigília", "Depressão Perinatal, Benzodiazepínicos" e "Declínio cognitivo irreversível: verdade ou mito?", "Abordagem farmacológica da depressão no idoso", "Demências rapidamente progressivas" e "Encefalites Autoimunes".

À noite, duas conferências, a primeira “Neurologia & Arte”, com Leonardo Cruz de Souza, Neurologista, PhD em Neurociências pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e “Suicídio entre Médicos e Estudantes de Medicina”, com Humberto Corrêa, Psiquiatra, e Presidente da AMP.

No sábado pela manhã, a conferência “Suicídio: fragmentos da psicoterapia existencial". Em seguida, mesa redonda com o tema: “Suicídio” e como abordar a crise e terapia cognitivo-comportamental. Ainda pela manhã, "Transtorno do Pânico: como eu trato?", "Psicocirurgia no paciente agressivo" e "Viver mais e melhor: muitas razões para ser ativo".

Na tarde de sábado, mesa redonda que abordará o tema "Estilo de vida ativo e Neuroplasticidade, Vacina Anticocaína e Cinema e Loucura". Outras informações no site: https://neurociencias.xyz