Banner Notícia

Faculdades Santo Agostinho recebem o programa CAPACIFAR do CRFMG

Incentivar a educação continuada dos profissionais farmacêuticos, com destaque para a atenção farmacêutica aplicada às doenças crônicas não-transmissíveis foi o principal enfoque da palestra ministrada pelo farmacêutico Tarcísio Liberato, professor do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ).

O debate ocorreu no auditório das Faculdades Santo Agostinho, Campus JK, e reuniu farmacêuticos e estudantes de Farmácia do norte de Minas para a melhoria da Capacitação Farmacêutica (CAPACIFAR), iniciativa do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais (CRF/MG), cujo objetivo é manter a capacitação dos seus membros nas diversas áreas do conhecimento farmacêutico.

Tarcísio Liberato abordou as estratégias que podem ser utilizadas pelo farmacêutico para melhoria da qualidade de vida e saúde da população. “As doenças crônicas não-transmissíveis, como a diabetes e a hipertensão arterial, são problemas de saúde pública, cujos tratamentos podem ser acompanhados por farmacêuticos”, explica o professor Liberato.

Alunos e professores do curso de farmácia das Faculdades Santo Agostinho participaram da formação e capacitação de forma bem atenta. Para o coordenador do curso de Farmácia, professor Flávio Júnior Barbosa Figueiredo, a colaboração com o CRF/MG é importante, pois ele é o órgão máximo que representa os farmacêuticos no Estado. Além disso, o coordenador acrescenta “confiamos muito na atual diretoria do CRF/MG que tem buscado o avanço da profissão farmacêutica. E nessas capacitações, os farmacêuticos e estudantes de Farmácia da região serão sempre bem-vindos às Faculdades Santo Agostinho que prezam pela formação farmacêutica com qualidade”, finalizou.