Banner Notícia

Acadêmicos de Engenharia Ambiental e Sanitária comprovam qualidade das águas do Córrego dos Porcos em Montes Claros

O estudo fez parte da VII Mostra do Projeto Integrador do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária. Na noite de quinta-feira (21), os alunos apresentaram seus trabalhos para a comunidade acadêmica das Faculdades Santo Agostinho

Alunos e professores do 1º ao 8º períodos do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária apresentaram, no Auditório do Campus JK, as pesquisas avaliadas pelos professores com a proposta de promover a busca pela tecnologia. Segundo a organização, a mostra serve ainda para fazer a integração dos alunos entre a atuação acadêmica e a profissional. Quem explica é o coordenador do curso, professor Flávio Leão, que destaca pontos positivos desta experiência. “Esta mostra faz parte do programa do curso, é um momento esperado por todos. Por meio dela, os alunos podem mostrar à comunidade acadêmica, o resultado das pesquisas científicas desenvolvidas por eles ao longo do curso. É uma maneira de articular teoria e prática preparando os alunos para atuação profissional”, ressaltou.

O trabalho de avaliação da Bacia Hidrográfica do Rio do Vieira, em Montes Claros, teve destaque no 3º Congresso Internacional RESAG de 2017, realizado em Belo Horizonte. Ozanan Dias, Fernanda Aguiar, Lilian Vieira e Flávio Lopes do 7º período, apresentaram a pesquisa intitulada “Avaliação dos Impactos Ambientais da Bacia Hidrográfica do Córrego dos Porcos”, uma análise de um dos principais afluentes do rio que contribui para o abastecimento da cidade.

Segundo Fernanda, os estudos foram feitos entre 2016 e 2017 e concluíram que a bacia hidrográfica possui qualidade relacionada à questões ambientais. “A bacia possui 70% de vegetação, o que evita o assoreamento do rio. Sobre o Índice de Qualidade Hídrica (IQA), nós concluímos, por meio de análise de laboratório, que as águas do Córrego dos Porcos possuem elevada qualidade, sendo propícia para captação e abastecimento público, pós tratamento”, explicou.

Fasa na comunidade

Na próxima terça-feira (26), às 14 horas, a Faculdade Santo Agostinho vai realizar um trabalho voluntário no Parque Municipal Milton Prates. Os alunos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária irão retirar as algas da lagoa. Segundo a professora das disciplinas de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos e Qualidade das Águas e Epidemiologia, Mônica Durães, a intenção é limpar as águas ajudando na sua oxigenação.

IMG_2789

(Fotos: Paulo Henrique Melo)