Banner Notícia

Cine-Debate tem sessão com filme “Doze Homens e Uma Sentença”

O projeto Cine-Debate – Cinema e Direito, do curso de Direito das Faculdades Santo Agostinho de Sete Lagoas, contou com mais uma edição em maio. Os alunos do 3° período de direito assistiram ao filme Doze Homens e Uma Sentença sob a organização do professor da disciplina de Direito Civil, Silvio de Sá Batista.

O filme exibido foi lançado no Brasil em 1958 e apresenta em detalhes a discussão de doze homens em um Tribunal de Júri dos Estados Unidos, em que precisam decidir sobre a absolvição ou condenação de um réu acusado de homicídio. "Neste drama/policial que mostra uma prática diferente da brasileira, é possível observar o quanto é importante o papel dos jurados em um Conselho de Sentença e como os hábitos, costumes, convicções pessoais e religiosas de cada jurado podem mudar completamente a sentença", esclarece o professor e organizador do projeto.

Após a exibição do filme, os professores Silvio de Sá e o professor de Direito Processual Penal, Geraldo Magela de Carvalho Lima, propuseram um debate junto aos acadêmicos. O professor Geraldo Magela, explicou as diferenças e semelhanças entre o tribunal do júri estadunidense mostrado no filme e a prática brasileira, destacando as teorias penais que estudam o tribunal do júri no Brasil e as implicações deste tribunal leigo para o Processo Penal.

O professor Álvaro Cruz, coordenador do Curso de Direito, também participou do evento e explicou que, contextualizar os conteúdos passados aos alunos com situações e fatos é uma metodologia imprescindível em uma instituição no modelo educacional da atualidade. “Os Cursos de Direito que insistem nos caminhos tradicionais e clássicos somente, não estão preparando os alunos para a realidade que irão enfrentar diante de uma sociedade e um sistema jurídico em constante mutação, que exigem do profissional novas habilidades de articulação de técnicas e práticas jurídicas", finalizou.

Estas propostas de metodologias alternativas têm contribuído para que os alunos do curso de Direito das Faculdades Santos Agostinho sejam reconhecidos pelo seu conhecimento profissional e pela sua capacidade de manter certo equilíbrio frente às decisões futuras.